Bem vindos ao meu Blog!

É um prazer recebê-los em meu blog.
Esse espaço está reservado para todos aqueles que amam a Palavra de Deus e a tem como bússola para a vossa Caminhada.
Deus te abençoe!

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

"Abatidos, mas não destruídos" 2 Corintios 4.9b

A Paz do Senhor para todos!

Hoje vou postar um esboço de uma das minhas pregações que fiz a pouco tempo.

Apóstolo Paulo disse que ele poderia ser abatido, mas não destruído. Nesse esboço separei alguns versículo que mostram realmente quantas vezes o Apóstolo foi abatido, mas não destruído.

Conhecemos o final da história da vida de Paulo, mas nesse esboço eu só coloquei os versículo que falam de quantas vezes ele fez planos, projetos e alguns deles foram frustrados, ou melhor dizendo, abatidos, mas com tudo isso ele não ficou prostrado e no final da sua vida pode dizer: "Combati o bom combate, acabei a minha carreira e guardei a minha fé".


ABATIDO:
1 Enfraquecido; definhado.
2. Humilhado.
3. Decaído, desalentado; derribado.
4. Descontado.
DESTRUÍDO:
1. Proceder à destruição de; causar destruição em; demolir, arrasar; aniquilar.
2Desfazer, transtornar.
3. Exterminar.



    2 CO 4: 8-10 Paulo nos diz que: Podemos estar “abatidos, mas não destruídos”
     
Alguns Versículos Que Mostram o Abatimento de Paulo:
“Por isso bem quisemos uma e outra vez ir ter convosco, pelo menos eu, Paulo, mas Satanás no-lo impediu”. 1 Tessalonicenses 2:18
“Por isso também muitas vezes tenho sido impedido de ir ter convosco”. Romanos 15:22
“E, quando chegaram a Mísia, intentavam ir para Bitínia, mas o Espírito não lho permitiu.” Atos 16:7
“E de fato esteve doente, e quase à morte; mas Deus se apiedou dele, e não somente dele, mas também de mim, para que eu não tivesse tristeza sobre tristeza.” Filipenses 2:27
“Porquanto, ainda que vos contristei com a minha carta, não me arrependo, embora já me tivesse arrependido por ver que aquela carta vos contristou, ainda que por pouco tempo.” 2 Coríntios 7:8
“Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade.” Filipenses 4:12
“O SENHOR guarda aos símplices; fui abatido, mas ele me livrou.” Salmos 116:6
“Armaram uma rede aos meus passos; a minha alma está abatida. Cavaram uma cova diante de mim, porém eles mesmos caíram no meio dela.” Salmos 57:6

E que por mais abatidos que estejamos, com algo que aconteceu conosco jamais estaremos destruídos quando invocarmos ao nosso Senhor Jesus. Como o Senhor nos diz em Sl 145: 14 “O senhor sustenta a todos os que caem, e levantam todos os abatidos”. Então sempre que você estiver abatidos invoque ao Senhor pois ele te ama e te ajudará a se levantar.


BARUCH HABA!

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

As 12 Portas de Jerusalém.

A Paz do Senhor para todos!

É com muita alegria no meu coração que venho postar mais um estudo e compartilhar com os irmãos a Palavra do Nosso Deus!

Depois de um bom tempo sem postar nada (sabe como é né? agora a vida é de casado, e não mais de solteiro... Kkkkk...) estou aqui compartilhando mais um estudo e vendo que tenho alguns seguidores, loucos pela a Palavra de Deus assim como eu.

Esse estudo eu ministrei numa igreja onde congreguei, e foram 12 semanas de estudo. Jesus sacudiu a casa, libertou, salvou, restaurou e renovou a vida da igreja.


Obrigado a todos que tem visitado o meu blog e que tem me dado forças para continuar a escrever. Deus abençoe vocês poderosamente!!! 


Prometo a vocês que agora eu vou escrever pelo menos uma vez na semana algo novo.

Que esse estudo venha impactar a sua vida.

1 – Porta dos PeixesNeemias 3.3

E a porta do peixe edificaram os filhos de Hassenaá; as quais emadeiraram, e levantaram as suas portas com as suas fechaduras e os seus ferrolhos.”

  • Simboliza a pregação do evangelho de Jesus Cristo.
  • É a porta dos pescadores, porta da dedicação profética; lembra-nos dos pescadores do mar da Galiléia chamados por Deus para serem discípulos, tornando-se então, pescadores de homens (Mateus. 4.18-22).
  • Esta porta era a passagem dos pescadores com suas redes, quando partiam e voltavam da pesca trazendo os seus peixes.


2 – Porta do Gado ou das OvelhasNeemias 3.1

“E levantou-se Eliasibe, o sumo sacerdote, com os seus irmãos, os sacerdotes, e reedificaram a porta das ovelhas, as quais consagraram; e levantaram as suas portas, e até à torre de Meá consagraram, e até à torre de Hananel”

  • Simbolizava a consagração do homem a Deus, mais tarde recebeu o nome de Porta das Ovelhas.
  • Ficava na proximidade do Templo; e do Tanque de Betesda. Por esta porta eram introduzidos os animais utilizados para os sacrifícios do Templo.
  • Sobe o ponto de vista espiritual era a porta mais importante, pois de nenhuma outra a Bíblia diz que foi consagrada, somente esta!
  • É a porta de encontro do Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo! (João. 10.7,9)


3 – Porta VelhaNeemias 3.6

“E a porta velha repararam-na Joiada, filho de Paséia, e Mesulão, filho de Besodias; estes a emadeiraram, e levantaram as suas portas com as suas fechaduras e os seus ferrolhos.”

  • Simboliza a tradição e a história falada dos hebreus, o tesouro antigo acerca das gerações e suas origens, a renúncia da vida passada.
  • No sentido espiritual, de modo figurado, indica-nos hoje, a necessidade do desapego e libertação do passado. Temos que renunciar a nós mesmos e nossas tradições para servimos ao Senhor (2Coríntios. 5.17).


4- Porta do ValeNeemias 2.13

“E de noite saí pela porta do vale, e para o lado da fonte do dragão, e para a porta do monturo, e contemplei os muros de Jerusalém, que estavam fendidos, e as suas portas, que tinham sido consumidas pelo fogo.”

  • Simboliza a Vigilância.
  • Nela Neemias vigiava a cidade.
  • Temos que ser vigilantes para não cairmos nas astutas ciladas do diabo (Mateus. 26.36).


5- Porta do MonturoNeemias 3.13

“A porta do vale reparou-a Hanum e os moradores de Zanoa; estes a edificaram, e lhe levantaram as portas com as suas fechaduras e os seus ferrolhos, como também mil côvados do muro, até a porta do monturo.”

  • Simboliza a purificação dos nossos pecados.
  • Através dela eram retirados o esgoto, o lixo e dejetos da cidade (Tiago 4.8).


6- Porta da FonteNeemias 3.15

“E a porta da fonte reparou-a Salum, filho de Col-Hosé, líder do distrito de Mizpá; este a edificou, e a cobriu, e lhe levantou as portas com as suas fechaduras e os seus ferrolhos, como também o muro do tanque de Hasselá, ao pé do jardim do rei, e até aos degraus que descem da cidade de Davi.”

  • Simboliza a benção divina constante a brotar nas nascentes.
  • Espiritualmente, simboliza a realidade dos milagres dos evangelhos profetizada por Isaias (Isaias 61.1 – Lucas 4.18,19) e realizados por Jesus; poder este delegado para a igreja para a dispensação da graça.
  • Ficava ao sul de Jerusalém perto da fonte de Siloé, onde o cego de nascença foi curado por Jesus (João. 9.10,11).


7- Porta do Pátio do CárcereNeemias 3.25

“Palal, filho de Uzai, reparou defronte da esquina, e a torre que sai da casa real superior, que está junto ao pátio da prisão; depois dele Pedaías, filho de Parós.”

  • Neste pátio o profeta Jeremias ficou preso por pregar a palavra de Deus (Jeremias 32.2).
  • Espiritualmente simboliza “as cadeias” ou “prisões” que imobiliza o pecador, ou até mesmo o crente que se descuida da vigilância (João 8.32,36). As prisões podem ser quebradas por Deus (Atos 16.26).

8- Porta das ÁguasNeemias 3.26

“E os servidores do templo que habitavam em Ofel, até defronte da porta das águas, para o oriente, e até à torre alta”

  • Esta porta proporcionava o suprimento de água para a cidade
  • Simboliza a Palavra de Deus. Ela é a Água da Vida que sacia a nossa sede espiritual e que deve sempre regar o arraial dos santos (Salmos 63.1; Cânticos 4.2 ).
  • O maior avivamento aconteceu nessa porta (Neemias 8).
 



9- Porta dos Cavalos Neemias 3.28

“Desde acima da porta dos cavalos repararam os sacerdotes, cada um defronte da sua casa”

  • Simboliza força para obter as vitórias em suas lutas diárias (Provérbios 24.10).
  • Por ela passavam as cavalgaduras do exército quando saiam para as batalhas.
  • Naqueles dias, os cavalos eram peças essenciais na guerra, sem os quais os carros não poderiam andar.
  • Os cavalos simbolizavam as força e conquistas em suas guerras, batalhas e lutas.


10- Porta Oriental (Dourada)Neemias 3.29

“Depois deles reparou Zadoque, filho de Imer, defronte da sua casa; e depois dele reparou Semaías, filho de Secanias, guarda da porta oriental

  • Simboliza o Arrebatamento da Igreja.
  • Por ela Jesus entrou em Jerusalém na entrada triunfal (Mateus 21.1-11).
  • Ela está lacrada nos dias de hoje. Os judeus esperam que o messias entre por ela novamente na segunda vinda com Poder e grande Glória como Rei dos reis e Senhor dos senhores (Ezequiel 44.2).
  • Ela tem que estar restaurada na vida da igreja, cuja oração deve ser Apocalipse 22.20.

11- Porta de Mificade - (Atribuição) Neemias 3.31

“Depois dele reparou Malquias, filho de um ourives, até à casa dos servidores do templo e mercadores, defronte da porta de Mifcade, e até à câmara do canto”

  • Simboliza os atributos da igreja de Jesus Cristo.
  • No aspecto espiritual, nos fala da “comissão divina” da definição de atribuições ao seu povo! (Mateus 28. 18-20).


12- Porta de EfraimNeemias 8.16

“Saiu, pois, o povo, e os trouxeram, e fizeram para si cabanas, cada um no seu terraço, nos seus pátios, e nos átrios da casa de Deus, na praça da porta das águas, e na praça da porta de Efraim

  • Efraim significa “Fruto Dobrado”.
  • Por ela era introduzido os frutos das colheitas que proviam a cidade. Simboliza as benção de Deus na vida do crente.

Baruch Haba!!!

domingo, 11 de setembro de 2011

A Paz do Senhor Jesus a todos!

Quantas saudades dos irmãos!

Estou algum tempo sem escrever, pois está me faltando tempo devido a agenda de pregações que Jesus tem nos abençoado!

Posto agora mais um estudo que eu fiz para ministrar na igreja onde congrego.

Texto: Lucas 11.14-26
Sabemos que existem várias formas dos demônios atuarem na vida dos seres humanos, mais duas são que se destacam mais, uma é a Influência e a outra é a Possessão. Vemos isso claramente através da Palavra de Deus.

  • Influência– Ato ou efeito de influir.
  • Influir – Fazer fluir para dentro de; incutir; entusiasmar; excitar.
  • Possessão – Estado; domínio; colônia; estado de possesso.
  • Possesso – Possuído do demônio.
Satanás: Em hb.: sãtãn significa adversário. Aparece como um anjo rebelado contra seu Senhor e Criador (2Pe. 2.4). É uma perversa realidade sempre hostil a Deus e Seu povo.
Algumas de suas características:

  • Inimigo (Mt. 13.39);
  • Espírito mal (I Sm. 16:14);
  • Pai da mentira e homicida (Jo. 8.44);
  • Tentador (Mt. 4.3);
  • Covarde (Tg. 4.7);
  • Sutil (Gn. 3.1 com 2Co. 11.3);
  • Orgulhoso (I Tm. 3.6);
  • Perverte as Escrituras (Mt. 4.6 com Sl. 91.11,12);
  • Tem poder (Ef. 2.2; Ap. 16.14; II Co. 11.14), porém limitado (Jó 1.12);
  • Está condenado (Jo. 15.11; 2Ts. 2.8; I Jo. 3.8; II Pe. 2.4; Rm. 16.20);
  • Espírito do erro (I Jo. 4.6);
  • Pode se disfarçar de anjo luz (II Co. 11.14).
Demônios: No A.T. há referências aos demônios como sã´ir, cabeludo, e shedh. A designação no N.T. é daimonion, abreviação de daimon cuja referência está ligada a agentes do mal. São seres que podem possuir pessoas (Lv. 20.6, 27; I Sm. 16.14; Lc. 11.14).
A possessão, bem como a opressão demoníaca são realidades presentes nas nossas sociedades. Embora se manifestem de maneira diferente, de acordo com a cultura e envolvimentos místicos de cada região do planeta, a presença das potestades malignas tem sido motivo de estudo. Jesus nos ensina no texto em destaque quem são e como lidar com estes seres que oprimem e desgraçam o ser humano.
1 ANOMALIAS DEMONÍACAS
Uma das manifestações de opressão maligna são anomalias e doenças. Nem toda doença tem estes tipo de origem, a maioria não. Entretanto, algumas doenças podem ter raízes espirituais. Vejamos alguns exemplos de casos deste tipo:

  • Mudez (Lc. 11.14);
  • Cegueira (Mt. 12.22);
  • Surdez (Mc. 9.25);
  • Enfermidades ortopédicas (Lc. 13.11);
  • Esquizofrenia (Lc. 8.29);
  • Tendência suicida (Mt. 17.14; Mc. 9.17, 18).
Como falamos anteriormente, nem sempre doenças são provenientes de demônios (Mt. 8.2, 6), mas é bom ficarmos sempre atentos.
Esse texto de Lucas 11 faz uma alusão a nossa vida como casas, e na verdade todos nós devemos ser habitação do Espírito Santo (I Co. 3.16), só que nós escolhemos quem nela pode entrar e fazer morada (Ap. 3.20), Jesus ou satanás. Apóstolo Paulo, advertindo a igreja de Corinto sobre a idolatria, nos fala para não sermos associados a demônios (I Co. 10. 20, 21), porque isso dá legalidade para termos comunhão com os demônios. Ele mesmo rejeitou isso para a sua vida (At. 16.16-18), e ainda deixou claro para os de Éfeso não darem lugar ao diabo (Ef. 4.27). Ora, se o apóstolo exorta ao povo de Éfeso, que eram cristãos a não darem lugar, é sinal que podemos estar na “presença” de Deus e na verdade estarmos dando lugar ao diabo.
Existem pessoas que um dia a casa era desarrumada, destruída e cheia de lixo, até que um dia se encontrou com Jesus e ele arrumou a casa, mas por qualquer motivo botaram Jesus para fora e deixaram a casa vazia. Casa vazia só atrai uma coisa, a presença do maligno para a vida com mais sete demônios piores ainda.
Nos dias de hoje são muitos os cristão que se encontram dentro das igrejas dizendo que são “moradas” do Espírito Santo, Templos do Deus Vivo, mas quando olhamos para os seus frutos vemos que tem algo de errado (Mt. 7.15-21), são pessoas que vivem colocando impedimento na obra de Deus e que não guardam a Palavra de Deus.
Jesus muitas vezes nos comparou como casas (Lc. 6. 47-49), devemos ser casas de Cristo (Hb. 3.6), mas só pode ser morada de Jesus quem guarda a sua Palavra (Jo. 14.23), quem não guarda a Palavra de Deus acaba se tornando instrumento do pecado (Rm. 6.12, 13), são filhos da desobediência (Ef. 2.1-3), aparentemente alguns surgem até com palavras e ensinos que parecem ser bons (I Tm. 4.1-3), mas são influenciados por satanás (I Jo. 4.1-3), mentem para o seu próximo (Ef. 4.25), tentando mudar a Verdade de Deus (Rm. 1.25), e a Bíblia deixa bem claro quem é o pai da mentira (Jo. 8.44), até no jejum desequilibrado ele entra (I Co. 7.5), na recusa de um perdão ele ganha vantagem (II Co. 2.11), e quem vive na prática do pecado procede do maligno (I Jo. 3.8-10), causando divisões (Rm. 16.17). Quem vive dessa forma abre a “porta” para satanás entrar todos os dias na sua vida. A Bíblia nos fala que ele anda procurando a quem possa tragar (I Pe. 5.8), como no texto de Lucas nos fala, “ele anda por vários lugares” e não tendo aonde ficar ele tenta voltar para a “casa” que ele outrora habitava.
<!--[if !supportLists]-->2. <!--[endif]-->INFLUÊNCIAS E POSSESSÕES DEMONIACAS
Como já vimos algumas linhas acima os demônios também reconhecem a pessoa de Jesus (Lc. 8.28, 31), quando se manifestam na possessão eles até mesmo falam (Lc. 8.28.32), e muitas vezes até usam os animais (Lc. 8.33).
Em algumas vezes ele até tenta atrapalhar o bom andamento da obra de Deus (I Ts. 2.18), e para vencê-lo não adianta só falar que crê no Senhor de boca para fora, pois Tiago nos fala em sua epístola que até os demônios crêem em Deus e tremem (Tg. 2.19), Satanás até a Jesus tentou influenciar na tentação, mas Jesus o venceu através da Palavra (Mt. 4.1-11), somente assim poderemos vencer o mal.
A Bíblia nos mostra vários exemplos de pessoas que foram possessas e influenciadas por demônios, e o mais impressionante é que até pessoas que andaram com Jesus durante os seus três anos de ministério também foram usadas por satanás em algum momento de suas vidas. Em um momento o Espírito Santo o usou, em outro foi o próprio satanás.
De todos os exemplos, vamos pegar os de Pedro e Judas Iscariotes.
Judas Iscariotes:

  • Escolhido como um dos doze apóstolos (Mt. 10.4);
  • Recebeu autoridade para expulsar os demônios (Mt. 10.1);
  • Pregava a Palavra na revelação do Espírito Santo (Mt. 10. 19-20);
  • Pregou a Palavra, expulsou demônios e curou os enfermos (Mc. 6.12-13; Lc. 10.17);
  • Era o mais inteligente dos apóstolos (Jo. 12.6);
  • Ele não era o traidor desde o começo do ministério, na caminhada ele se tronou (Lc. 6.16);
  • Ele teve parte no ministério e contado com os apóstolos (At. 1.17);
  • Ele foi se corrompendo (Jo. 12.6);
  • E começou a dar lugar ao diabo, buscando ocasião para entregar a Jesus (Mt. 26.16)
  • E satanás foi lançando intenções erradas no coração de Judas, influenciando ao mal (Jo. 13.2);
  • Até que satanás entrou nele (Jo. 13.27);
  • E além de trair o Mestre com um beijo, seu fim foi o suicídio, pois não se arrependeu e sim teve remorso (Mt. 27.3-5).
Pedro:

  • Recebeu o chamado de Jesus (Mt. 4. 18-20);
  • Recebeu autoridade para expulsar os demônios (Mt. 10.1);
  • Pregava a Palavra na revelação do Espírito Santo (Mt. 10.19-20);
  • Pregou a Palavra, expulsou demônios e curou os enfermos (Mc. 6.12-13; Lc. 10.17);
  • Andou sobre as águas (Mt. 14.28-33);
  • Teve a revelação pelo o Espírito (Mt. 16.13-20);
  • E poucos minutos depois foi usado por satanás (Mt. 16.22-23);
  • Satanás pediu para cirandar com Pedro, mas Jesus rogou por ele (Lc. 22.31-32);
  • Cortou a orelha de Malco (Jo. 18.10-11);
  • Foi avisado que negaria a Jesus e o fez (Mt. 26.69-75);
  • Arrependeu-se e alcançou perdão de Jesus (Jo. 21-15-19);
  • Ele fez o primeiro sermão da igreja e ganhou quase 3000 almas (At. 2.14-42).
Através desses exemplos, vimos que se um cristão não viver segundo a Palavra de Deus, o diabo entra nele e o usa (I Sm. 16.14). Satanás pode até mesmo usar homens como videntes (I Sm. 28.4-20), com o espírito do engano para profetizar (II Cr. 18.20).
CONCLUSÃO
A casa vazia, sem a presença de Deus, é convite para os espíritos malignos dela se apossarem. Não há território neutro, ou você é de Deus ou não é. O Senhor quer dar-lhe uma vida sadia, quer libertá-lo de medos e opressões, quer dar-lhe autoridade para que, em Seu nome, você possa libertar outras pessoas possessas e oprimidas, quer dar-lhe a certeza de que você pertence a Deus. Para isto, basta você convidá-lo a entrar na sua casa e habitar em você para sempre.
Não se engane! A arma para vencer é se sujeitar a Deus e resistir ao diabo (Tg. 4.7), só assim teremos triunfo contra o nosso inimigo.


Que Deus abençoe a todos!

Fiquem na Paz!

segunda-feira, 2 de maio de 2011

ONDE ESTÁ A SUA FORÇA?

A Paz do Senhor para todos!

Estava esses dias meditando sobre a questão de força.

Muitos de nós somos levados as vezes, pelo o ego, a pensar que somos fortes, que somos capazes de grandes coisas, que somos super-homens, mas nos esquecemos que a nossa força vem somente de um lugar, do Senhor nosso Deus. Dele emana a nossa força, a nossa vida e tudo que possamos usufruir. Até mesmo os grandes homens de Deus, pregadores, cantores e etc... se esquecem disso as vezes.

Hoje eu venho aqui postar alguns versículos bíblicos, falando justamente sobre de onde vem a nossa força e sermos um pouco menos soberbos de pensarmos que somos alguma coisa, e sermos mais gratos a Deus por ele ser a nossa força e por ele nunca nos desamparar.

Aí vai alguns deles para a nossa meditação.

Êxodo 15.2
O SENHOR é a minha força, e o meu cântico; ele me foi por salvação; este é o meu Deus, portanto lhe farei uma habitação; ele é o Deus de meu pai, por isso o exaltarei.

Deuteronômio 8.18
Antes te lembrarás do SENHOR teu Deus, que ele é o que te dá força para adquirires riqueza; para confirmar a sua aliança, que jurou a teus pais, como se vê neste dia.

Josué 14.11
E ainda hoje estou tão forte como no dia em que Moisés me enviou; qual era a minha força então, tal é agora a minha força, tanto para a guerra como para sair e entrar.

I Crônicas 29.12
E riquezas e glória vêm de diante de ti, e tu dominas sobre tudo, e na tua mão há força e poder; e na tua mão está o engrandecer e o dar força a tudo.

Salmos 28.8
O SENHOR é a força do seu povo; também é a força salvadora do seu ungido.

Salmos 75.10
E quebrarei todas as forças dos ímpios, mas as forças dos justos serão exaltadas.

Salmos 84.7
Vão indo de força em força; cada um deles em Sião aparece perante Deus.

Isaias 40.29
Dá força ao cansado, e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor.

Provérbios 24.5
O homem sábio é forte, e o homem de conhecimento consolida a força.

Provérbios 24.10
Se te mostrares fraco no dia da angústia, é que a tua força é pequena.

Provérbios 31.17
Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços.

Provérbios 31.25
A força e a honra são seu vestido, e se alegrará com o dia futuro.

Jeremias 9.23
Assim diz o SENHOR: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas,


Meditemos todos nessas Palavras!

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Estudo Sobre os Sinóticos.

A Paz do Senhor para todos!

Estou postando hoje um estudo sobre os Evangelhos Sinóticos. Esse estudo é para iniciantes, para quem ainda não tem muito conhecimento sobre as diferenças entre os 3 evangelhos, mas vai ajudar bastante aos que amam a Palavra de Deus a entender o porque de 3 livros que falam, literalmente, a mesma coisa.

Os Evangelhos Sinóticos
A palavra Evangelho significa: Boas Novas.
Portando, não temos três evangelhos, mas três evangelistas que escreveram, cada um, para povos diferentes, as boas-novas de salvação, acerca do Senhor Jesus Cristo.
Os evangelhos têm por meta apresentar o único Senhor e salvador do mundo aos quatro grupos de povos em que se dividia a humanidade:

1. Mateus - Judeu (religiosos)
2. Marcos - Romanos (dominadores)
3. Lucas - Gregos (intelectuais)
4. João - Cristãos (Seguidores de Cristo)

Os três evangelhos foram escritos com características diferentes para alcançar três classes de povos que representavam a humanidade da época.

Veja o quadro:

Evangelhos características de Jesus/Povo
Mateus  - Reino/Rei - Judeu
Marcos  - Servo/Poderoso - Romanos
Lucas - Filho do homem/perfeição - Gregos

Nos livros dos profetas do Antigo Testamento há muitas profecias sobre a vinda de Jesus Cristo. Os evangelhos registram o cumprimento dessas profecias.
O tema central de toda a Bíblia é o Senhor Jesus, é evidente que o personagem mais importante dos evangelhos é JESUS! Os autores destes evangelhos registraram com detalhes os fatos mais importantes da vida do Messias, Jesus é o personagem mais conhecido e popular das escrituras. Tudo e todos giram em torno Dele.
Ainda que os primeiros escritos do novo testamento não tenham sido os três evangelhos (algumas epistolas foram escritas antes), Mateus, Marcos e Lucas são as fontes primárias sobre o estudo da vida de Jesus Cristo.

Mateus - Profético
Marcos - Prático
Lucas - Histórico

A personalidade de cada escritor

Mateus: enfatiza os sermões de Jesus
Marcos: enfatiza os milagres de Jesus
Lucas: enfatiza as parábolas de Jesus
Os começos e os fins dos Evangelhos

· Mateus / O Evangelho do Messias - O evangelho de Mateus começa dizendo que Ele é o Messias prometido a Abraão que se assentará no trono de Davi e termina com Sua ressurreição, a prova certa e absoluta de tudo isto.

· Marcos / O Evangelho do Servo Fiel e Obediente de Deus - O evangelho de Marcos começa a contar logo a história do serviço da vida do servo fiel, obediente e divino e termina com este Servo exaltado no céu.

· Lucas / O Evangelho do Filho do Homem - O evangelho de Lucas começa contando a história do homem perfeito chamado Jesus e termina com este Homem subindo para Deus nos céus.

Os Evangelhos não são propriamente biográficos, nem contam a história da vida de Cristo. Ainda que históricos, os Evangelhos não estão completos quanto ao aspecto de relatar a vida inteira do Senhor Jesus (João 21:25).

Eles apresentam um retrato universal do Messias, o grande rei de Israel e salvador do mundo; contam os eventos principais da vida e ministério de Jesus Cristo.

Os evangelhos foram escritos durante o tempo do Império Romano.

O termo Evangelho vem da palavra hebraica Bissar e do Grego Evagellion, que significa boas novas de salvação. No passado, o conhecimento divino se dava através de visões, mensagens, sonhos, etc. No Novo Testamento, Deus vem em pessoa humana, em carne e osso, para que o homem o conhecesse como nunca antes. Muitos não tiveram o privilégio de estar ao lado de Jesus durante sua vida terrena. Para esses, entre os quais estamos nós, Deus providenciou que a vida, a obra e a mensagem de Jesus fossem registradas, afim de que, por meio de tais registros viéssemos a crer nele e conhecê-lo. Tais escritos são os Evangelhos.

Ao lermos os três primeiros evangelhos, percebe-se grandes semelhanças, mas também, algumas diferenças.

Mas não se trata de contradição, pois a Bíblia de maneira nenhuma se contradiz, pois a mesma é a palavra de Deus aos homens (Sl. 119:105).

Cada evangelista escreveu segundo a experiência que vivenciou ou ouviu, e, destacou aquilo que julgou mais importante para informar ao povo, que tinha em mente, quando a eles a escreviam.

Estes três primeiros evangelhos (Mateus, Marcos e Lucas) são conhecidos como evangelhos sinóticos, porque ao contrario do evangelho de João, apresentam um conjunto da vida do Senhor Jesus. Logo, estes três evangelhos, podem ser vistos coletivamente.

A palavra sinótico vem do Latim Synopticos, que tem forma de sinopse; resumido.

Sinopse - significa ver em conjunto, ver coletivamente.

Semelhanças entre os Evangelhos

- Ministério na Galiléia / Ministério na Judéia
- Narram milagres, parábolas / Narra discursos profundos.
- Discursos às multidões. Abstratos, conversações.
- Cristo em ações e orações e meditações.
Os evangelhos sinóticos visualizam Cristo na sua esfera humana. Já o evangelho de João focaliza o Senhor Jesus Cristo como Deus-homem; a encarnação da Divindade.
Os sinóticos nos oferecem todo um conjunto de ensinamentos morais sobre as condições de entrada ou de existência no Reino: a pureza de intenção, a prece, o jejum, a esmola, a castidade, a fidelidade conjugal, o desapego das riquezas.

Que Deus abençoe a todos!!!!

domingo, 20 de fevereiro de 2011

6 Passos da Morte a Ressureição de Cristo.

Paz do Senhor a todos!!!

Com muita alegria eu estou colocando mais um dos meus esboços, esse falando sobre a morte e ressureição do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Essa pregação foi no ano de 2009 num congresso de varões.

6 Passos da Morte a Ressurreição de Cristo.
           


    DEUS, COMO PAI, NÃO RESISTIU VER A MORTE DE SEU FILHO.
  • Salmos 22.1 > Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que te alongas do meu auxílio e das palavras do meu bramido?

A MORTE NÃO VENCERIA O SANTO DE ISRAEL.
  • Salmos 16.10 > Pois não deixarás a minha alma no inferno, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção.

FOI AO ABISMO E LEVOU  CATIVO O CATIVEIRO.
  • Efésios 4.8-10 > Por isso diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, E deu dons aos homens. Ora, isto ele subiu que é, senão que também antes tinha descido às partes mais baixas da terra? Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas.

FOI AS EXTREMIDADES DO ABISMO.
  • 1 Pedro 3.16-18 > Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito; No qual também foi, e pregou aos espíritos em prisão; Os quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucas (isto é, oito) almas se salvaram pela água;

ELE TOMOU AS CHAVES DA MORTE E DO INFERNO.
  • Ultima visão que João teve de Jesus em vida era um Jesus dilacerado, humilhado e todo ensangüentado. Mas em Apocalipse ele vê o Senhor Jesus  como o Rei da Glória.
  • Apocalipse 1.18 > E o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém. E tenho as chaves da morte e do inferno.

ENTRADA TRIUNFAL DE JESUS AOS CÉUS.
  • Salmos 24.9-10 > Levantai, ó portas, as vossas cabeças, levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória. Quem é este Rei da Glória? O SENHOR dos Exércitos, ele é o Rei da Glória.
Que Deus abençoe a todos!!!

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

As 5 Fases da Olaria de Deus.

A Paz do Senhor Jesus para todos os que acompanham ao meu Blog!!!

Eu estou passando aqui hoje não para escrever algum estudo, mas para pedir desculpas por eu não estar escrevendo no meu blog.
Estou em um momento bom em minha vida, porém corrido ao extremo, para dar o tempo devido e necessário, para que eu venha escrever no blog. Não escrever qualquer coisa, mas escrever algo edificante em respeito a você que me acompanha pelo o blog.
Hoje, porém, posto um dos meus esboços que estava guardado aqui em casa, esse esboço fala sobre as fases da Olaria de Deus em nossa vida.

Que esse esboço sirva de inspiração para sua vida...

AS 5 FASES DA OLARIA DE DEUS

1° Fase: A Escolha. (Colossenses 3.12)
Há cerca de duzentos tipos de barro e apenas 8 servem para fabricação de vasos.

2° Fase: O Curtimento.(Gênesis 32.26)
Preparar o barro para torná-lo imputrescível, ou seja, expondo ao tempo.
O barro tem que ficar no curtimento para mais liga, para ser mais resistente as situações. Quanto maior o vaso maior tem que ser a liga.

3° Fase: Pisamento. (1 Coríntios 4.12-13)
Pisar o barro é necessário para que todo o ar existente nele seja retirado, se não formam bolhas e o vaso fica defeituoso. Esse processo é um dos mais dolorosos, exceto ao segundo, pois neste processo surgem calúnias, fofocas e perseguições.

4° Fase: O Acréscimo. (Jeremias 18.4)
Para o barro ser resistente com vaso era acrescentado palha ao barro. Firmeza para carregar a sua Glória ou incapazes de reter o enchimento de sua Unção. Só ele sabe o que acrescentar em cada vaso.

5° Fase: Modelagem:
Essa ultima etapa comparará se realmente o vaso tem condições de ser usado

1° O Oleiro: Um velho com as costas encurvadas de tanto trabalhar sobre as rodas. (Deus)
2° As Rodas: Sempre girando conforme a vontade do oleiro. (O Tempo)
3° O Barro: Um poço de lama. (O Homem)

- Trabalho Individual: Um vaso de cada vez. Tratamento individual.
- Trabalho Construtivo: Fazendo algo lindo e que vale a pena fazer.
- Trabalho Inteligente: Ele tem um projeto e faz do barro aquilo que está em sua mente.
- Trabalho Paciente: Não muito rápido, pois é um trabalho delicado, mas sim o tempo que for necessário.

Uma pedrinha, um foco de areia, qualquer coisa de errado no barro e o vaso quebra nas mãos do oleiro. (Romanos 9.19-21)

Recomeçando o vaso:
Crer que Deus tem um propósito para a sua vida. (Eclesiaste 3.1).
Crer na paciência de Deus (2 Pedro 3.8).
Crer na promessa de Deus (Jeremias 18.6).

Três estágios na nossa atitude para com a vontade de Deus.

1) Aprendermos a aceita-la.      2) Concordarmos com ela.     3) Nos deleitamos nela.


Que nós venhamos meditar e guardar essa Palavra em nosso coração!!!!