Bem vindos ao meu Blog!

É um prazer recebê-los em meu blog.
Esse espaço está reservado para todos aqueles que amam a Palavra de Deus e a tem como bússola para a vossa Caminhada.
Deus te abençoe!

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Estudo Sobre os Sinóticos.

A Paz do Senhor para todos!

Estou postando hoje um estudo sobre os Evangelhos Sinóticos. Esse estudo é para iniciantes, para quem ainda não tem muito conhecimento sobre as diferenças entre os 3 evangelhos, mas vai ajudar bastante aos que amam a Palavra de Deus a entender o porque de 3 livros que falam, literalmente, a mesma coisa.

Os Evangelhos Sinóticos
A palavra Evangelho significa: Boas Novas.
Portando, não temos três evangelhos, mas três evangelistas que escreveram, cada um, para povos diferentes, as boas-novas de salvação, acerca do Senhor Jesus Cristo.
Os evangelhos têm por meta apresentar o único Senhor e salvador do mundo aos quatro grupos de povos em que se dividia a humanidade:

1. Mateus - Judeu (religiosos)
2. Marcos - Romanos (dominadores)
3. Lucas - Gregos (intelectuais)
4. João - Cristãos (Seguidores de Cristo)

Os três evangelhos foram escritos com características diferentes para alcançar três classes de povos que representavam a humanidade da época.

Veja o quadro:

Evangelhos características de Jesus/Povo
Mateus  - Reino/Rei - Judeu
Marcos  - Servo/Poderoso - Romanos
Lucas - Filho do homem/perfeição - Gregos

Nos livros dos profetas do Antigo Testamento há muitas profecias sobre a vinda de Jesus Cristo. Os evangelhos registram o cumprimento dessas profecias.
O tema central de toda a Bíblia é o Senhor Jesus, é evidente que o personagem mais importante dos evangelhos é JESUS! Os autores destes evangelhos registraram com detalhes os fatos mais importantes da vida do Messias, Jesus é o personagem mais conhecido e popular das escrituras. Tudo e todos giram em torno Dele.
Ainda que os primeiros escritos do novo testamento não tenham sido os três evangelhos (algumas epistolas foram escritas antes), Mateus, Marcos e Lucas são as fontes primárias sobre o estudo da vida de Jesus Cristo.

Mateus - Profético
Marcos - Prático
Lucas - Histórico

A personalidade de cada escritor

Mateus: enfatiza os sermões de Jesus
Marcos: enfatiza os milagres de Jesus
Lucas: enfatiza as parábolas de Jesus
Os começos e os fins dos Evangelhos

· Mateus / O Evangelho do Messias - O evangelho de Mateus começa dizendo que Ele é o Messias prometido a Abraão que se assentará no trono de Davi e termina com Sua ressurreição, a prova certa e absoluta de tudo isto.

· Marcos / O Evangelho do Servo Fiel e Obediente de Deus - O evangelho de Marcos começa a contar logo a história do serviço da vida do servo fiel, obediente e divino e termina com este Servo exaltado no céu.

· Lucas / O Evangelho do Filho do Homem - O evangelho de Lucas começa contando a história do homem perfeito chamado Jesus e termina com este Homem subindo para Deus nos céus.

Os Evangelhos não são propriamente biográficos, nem contam a história da vida de Cristo. Ainda que históricos, os Evangelhos não estão completos quanto ao aspecto de relatar a vida inteira do Senhor Jesus (João 21:25).

Eles apresentam um retrato universal do Messias, o grande rei de Israel e salvador do mundo; contam os eventos principais da vida e ministério de Jesus Cristo.

Os evangelhos foram escritos durante o tempo do Império Romano.

O termo Evangelho vem da palavra hebraica Bissar e do Grego Evagellion, que significa boas novas de salvação. No passado, o conhecimento divino se dava através de visões, mensagens, sonhos, etc. No Novo Testamento, Deus vem em pessoa humana, em carne e osso, para que o homem o conhecesse como nunca antes. Muitos não tiveram o privilégio de estar ao lado de Jesus durante sua vida terrena. Para esses, entre os quais estamos nós, Deus providenciou que a vida, a obra e a mensagem de Jesus fossem registradas, afim de que, por meio de tais registros viéssemos a crer nele e conhecê-lo. Tais escritos são os Evangelhos.

Ao lermos os três primeiros evangelhos, percebe-se grandes semelhanças, mas também, algumas diferenças.

Mas não se trata de contradição, pois a Bíblia de maneira nenhuma se contradiz, pois a mesma é a palavra de Deus aos homens (Sl. 119:105).

Cada evangelista escreveu segundo a experiência que vivenciou ou ouviu, e, destacou aquilo que julgou mais importante para informar ao povo, que tinha em mente, quando a eles a escreviam.

Estes três primeiros evangelhos (Mateus, Marcos e Lucas) são conhecidos como evangelhos sinóticos, porque ao contrario do evangelho de João, apresentam um conjunto da vida do Senhor Jesus. Logo, estes três evangelhos, podem ser vistos coletivamente.

A palavra sinótico vem do Latim Synopticos, que tem forma de sinopse; resumido.

Sinopse - significa ver em conjunto, ver coletivamente.

Semelhanças entre os Evangelhos

- Ministério na Galiléia / Ministério na Judéia
- Narram milagres, parábolas / Narra discursos profundos.
- Discursos às multidões. Abstratos, conversações.
- Cristo em ações e orações e meditações.
Os evangelhos sinóticos visualizam Cristo na sua esfera humana. Já o evangelho de João focaliza o Senhor Jesus Cristo como Deus-homem; a encarnação da Divindade.
Os sinóticos nos oferecem todo um conjunto de ensinamentos morais sobre as condições de entrada ou de existência no Reino: a pureza de intenção, a prece, o jejum, a esmola, a castidade, a fidelidade conjugal, o desapego das riquezas.

Que Deus abençoe a todos!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário